Espécies de Água Doce

Acará-Boliviano (Mikrogeophagus altispinosa): Elegância nas Nadadeiras

Acará-Boliviano (Mikrogeophagus altispinosa): Elegância nas Nadadeiras

O Acará-Boliviano (Mikrogeophagus altispinosa) é um peixe popular entre os aquaristas devido à sua elegância e cores vibrantes. Originário da América do Sul, esse belo ciclídeo anão é nativo das bacias hidrográficas da Bolívia e do Brasil. Neste artigo, vamos explorar todas as informações necessárias sobre o Acará-Boliviano, desde suas características físicas até os cuidados ideais para manter esse peixe saudável e feliz em seu aquário.

Características

O Acará-Boliviano possui um corpo elegante e comprimido lateralmente. Comumente chamado de “bandeira” devido às suas nadadeiras dorsal e anal longas e vibrantes, esse peixe é uma verdadeira obra de arte em movimento. Apresenta uma coloração variada, que pode incluir tons de azul, vermelho e amarelo, além de ter uma mancha preta característica nos flancos.

Informações essenciais

NOME POPULAR Nome científico Família Origem Sociabilidade pH Ideal Temperatura Ideal Dureza da água Expectativa de vida Tamanho adulto
Acará-Boliviano Mikrogeophagus altispinosa Cichlidae Bolívia e Brasil Pacífico 6.0-7.5 24-28°C Mole a Moderadamente Dura 5-8 anos 7-9 cm

O Acará-Boliviano é um peixe pacífico, adequado para conviver com outros ciclídeos anões ou peixes de porte similar. No entanto, fêmeas podem apresentar comportamento agressivo durante a fase de reprodução, tornando importante proporcionar uma quantidade suficiente de esconderijos e áreas separadas para os filhotes.

O pH ideal para o Acará-Boliviano varia de 6.0 a 7.5, enquanto a temperatura da água deve estar entre 24-28°C. Quanto à dureza da água, essa espécie prospera em ambientes com níveis de dureza variando de mole a moderadamente dura.

Cuidados e manutenção

Para garantir um ambiente saudável para o Acará-Boliviano, é necessário oferecer um aquário com pelo menos 80 litros de capacidade. A presença de plantas e rochas proporciona esconderijos naturais, o que é essencial para que o peixe se sinta seguro. Lembre-se de simular a vegetação e os elementos encontrados em seu habitat natural.

A alimentação desse peixe deve ser balanceada e variada. Ofereça uma mistura de rações específicas para ciclídeos e alimentação viva ou congelada, como cíclopes e artêmias. Certifique-se de alimentar o Acará-Boliviano de forma adequada, evitando tanto a subalimentação quanto a sobrealimentação.

Realize trocas parciais de água regularmente para manter os níveis de nitrito e nitrato baixos. Filtragem eficiente e controle da qualidade da água são fundamentais para a saúde dos habitantes do aquário.

Considerações finais

O Acará-Boliviano é um peixe deslumbrante e de fácil cuidado, ideal para aquaristas de todos os níveis de experiência. Ao fornecer as condições adequadas e uma alimentação balanceada, você poderá apreciar toda a elegância das nadadeiras desse peixe em seu aquário. Lembre-se sempre de realizar pesquisas adicionais e buscar informações específicas para garantir o bem-estar dos seus peixes. Agora que você conhece melhor o Mikrogeophagus altispinosa, está pronto para criar um ambiente deslumbrante e saudável para o Acará-Boliviano em seu aquário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *