Espécies de Água Doce

Balashark: A Elegância Prateada do Rio – Um Guia Completo

O Balashark, apesar de seu nome, não é um tubarão, mas ganha esse apelido devido à sua aparência aerodinâmica e barbatanas distintas. É nativo do Sudeste Asiático, especialmente na Tailândia, Malásia, e Indonésia.

Descrição Física:

O Balashark cresce até 35 cm em cativeiro e até 40 cm na natureza. Possui um corpo alongado e prateado com bordas pretas nas barbatanas. As barbatanas dorsais e a cauda são especialmente proeminentes, assemelhando-se às de um tubarão.

Distribuição e Habitat:

Na natureza, o Balashark habita rios e lagos de água doce, muitas vezes em áreas com correnteza suave e vegetação abundante.

Alimentação e Dieta:

O Balashark é onívoro e aceita uma variedade de alimentos, incluindo flocos, pellets, alimentos vivos e congelados, bem como matéria vegetal.

Comportamento e Socialização:

São peixes pacíficos e escolares, preferindo viver em grupos de pelo menos 5-6. Eles são ativos, especialmente na parte superior do aquário.

Requisitos do Aquário:

  • Tamanho: Mínimo de 200 litros, devido ao seu tamanho potencial.
  • Temperatura: 22°C – 28°C.
  • pH: 6.0 – 8.0.
  • Dureza: 5-15 dGH.
  • Ambiente: Plantas, rochas e espaço aberto para nadar são essenciais.

Reprodução:

Embora a reprodução em cativeiro seja rara e desafiadora, é possível com condições adequadas, incluindo um tanque de desova e monitoramento cuidadoso.

Saúde e Doenças Comuns:

O Balashark é relativamente resistente, mas pode ser suscetível a doenças comuns de água doce, como Ich e fungos, se as condições do aquário forem inadequadas.

Conservação:

Infelizmente, o Balashark está classificado como Vulnerável pela IUCN, devido à perda de habitat e à sobrepesca. Esforços de conservação e práticas éticas de compra são vitais.

Convivência com Outros Peixes:

Embora pacíficos, seu tamanho e atividade podem intimidar peixes menores. Eles se dão bem com outros peixes de tamanho médio a grande e comportamento tranquilo.


O Balashark é uma adição majestosa e intrigante a qualquer aquário grande. Seus movimentos graciosos e aparência distinta o tornam um favorito entre muitos aquaristas. Com o cuidado e a atenção adequados, o Balashark pode prosperar em um ambiente doméstico, oferecendo uma vista deslumbrante e uma conexão com um ecossistema aquático mais amplo. Ao entender e respeitar suas necessidades e origens naturais, os aquaristas podem ajudar na preservação desta espécie esplêndida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *